Você escreve bem?

Se a resposta para a pergunta acima é “não”, você já parou para se perguntar o porque disso? Muitas pessoas simplesmente sabem que não escrevem bem e não fazem nada para mudar isso.

Ninguém nasce sabendo! Se você quer escrever bem e gostaria de mudar a sua situação, aqui vão algumas dicas rápidas que podem te ajudar no meio do caminho:

  1. Escreva muito.
  2. Leia muito.
  3. Agende um horário para você escrever.
  4. Procure comunidades de outros escritores.
  5. Para textos com muitas páginas, um esboço é fundamental.
  6. Não desista logo de uma idéia que não está funcionando. Faça ela funcionar!
  7. Sempre leve consigo um bloquinho de notas.
  8. Seja liberal com seus rascunhos. Escreva o que quiser e se forem numerosos, numere-os.
  9. Reduza, reuse, recicle.
  10. Guarde sempre uma cópia do seu trabalho.
  11. Se você está escrevendo sobre fatos, salve e organize suas citações.
  12. Bons escritores nunca estão plenamente satisfeitos com seus textos.
  13. Se entitule “escritor”.

Fonte: lifehack.org.

About The Author

Empresário (Diretor de Operações da Data Power Team) e consultor de tecnologia da informação e comunicação digital, é o fundador e editor do blog Produzindo.net. Se dedica a essa atividade pela paixão que tem pelo lema que tomou para a sua vida: “aprender para ensinar”.

7 Responses

  1. Gilson

    como podemos ter uma boa forma de assimilar as materias de conhecimento.

  2. Guilherme Martins da Silva

    eu me chamo guilherme, sonho em ser escritor e vender muitos livros para todo mundo, tenho boas idéias, mas não sei onde começo com este sonho.Por favor, me dê instruções, me diga o que fazer para entrar em contato com uma editora e fazer ela acreditar que meu livro é de qualidade, fazer ela publicar e começar a ganhar grana vendendo livros.Muito obrigado pela atenção e que Deus te abençoe grandemente.Um abração e ate a próxima se Deus assim o permitir

  3. Lutz de Mendonça Lopes

    A importância de saber escrever bem
    Ao longo de minha atividade como professor de redação, tenho encontrado muitos estudantes que se queixam: Como é difícil escrever bem! Será que um dia vou conseguir dominar a língua portuguesa?
    O problema, na verdade, começa no fato de que ainda se confunde a língua escrita com a língua falada. Como aprendemos a falar naturalmene, sem regras nem nada, apenas repetindo o que ouvimos, muita gente pensa que para escrever bem, basta escrever como se fala. Aí é que está o engano.

    Para falar, usamos o corpo todo, mexemos as mãos e a cabeça, modulamos a voz, enfim, usamos vários recursos que estão ausentes na língua escrita. Por isso, uma coisa é falar com alguém que está à nossa frente e que, com um simples gesto ou olhar, nos informa que está entendendo tudo; outra coisa muito diferente é escrever. Como garantir que as idéias estão claras? Como fazer que outra pessoa entenda bem o que queremos expressar? Para redigir um bom texto, é preciso estudar, aprender certos conceitos, ampliar o vocabulário e praticar bastante. Não é o fim do mundo, mas exige dedicação, esforço e concentração. Com preguiça e má vontade ninguém aprende nada, nem português nem coisa alguma.

    E por que é importante saber bem a nossa língua? Porque vivemos numa sociedade letrada que exige o domínio da língua escrita. Se alguém quiser investir numa carreira profissional, deve desenvolver essa capacidade. Sim, pois todos podem aprender a escrever bem, isso não é questão de sorte ou talento. Não se trata de aprender a ser poeta ou escritor, não estamos falando de literatura, que exige outras qualidades de quem escreve. Estamos falando de alguém que queira se expressar de modo claro, que queira redigir um relatório de trabalho, uma correspondência comercial, um trabalho para a faculdade, uma redação para o vestibular. Para esses casos, é claro que é possível aprender, em pouco tempo, as técnicas básicas para escrever bem. Depois, é praticar bastante e ler com atenção para ver como outras pessoas elaboram seus textos.

    Saber bem o português, falar de modo claro, sem afetação, e escrever de forma fluente, sem cometer erros grosseiros de ortografia ou concordância, não é uma tarefa para superdotados. Basta ter força de vontade para estudar e praticar. E essa competência enriquece muito o currículo profissional, pois o modo como alguém se expressa é uma espécie de cartão de visitas, podendo causar boa ou má impressão logo à primeira vista.

    Num mundo como o nosso, em que a comunicação é fundamental, saber escrever bem a própria língua é um requisito indispensável para o sucesso profissional. Foi-se o tempo em que estudar português era apenas uma tarefa escolar.

  4. Tiago Henrique de Moraes

    Ótimas dicas Pina!

    Ao Prof. Lutz de Mendonça Lopes, seu post também é muito bom e enfatizar também que não só falamos pela boca, mais também pelas expressões corporais.

  5. Welington

    Qual o correto: a soma das notas é 13 ou a soma das notas são 13?

    • Bernardo Pina

      O correto é "a soma das notas é 13", pois o verbo tem que concordar com o sujeito da frase (a soma). Se colocarmos "a soma das notas são 13", estaríamos concordando o verbo com o objeto da frase.

      Os especialistas em português me corrijam se eu tiver errado, mas pelo que eu lembro do que aprendi é isso. ;)