Bom, o título do texto pode parecer óbvio, mas a realidade é que muitas (muitas mesmo) pessoas não pensa muito bem antes de se candidatar e/ou aceitar um novo emprego, pensam apenas no valor que terão em seus bolsos no final do mês. Falo com propriedade porque eu mesmo já fiz isso no passado, e ao longo dos anos, também vi muita gente fazendo.

Pense comigo… Você está passeando pela internet e vê um anúncio de uma vaga de emprego na área ao qual você atua. Qual é a primeira informação que você irá buscar? A maioria das pessoas responderia “salário”, claro. E qual seria a segunda informação a ser buscada? Outra grande parte das pessoas responderia “benefícios”. Está errado? Bem, é importante saber qual é o salário que estão pagando, mas será que isso é o mais importante? Na sua escolha, você considera como um “benefício” a qualidade de vida que você terá no novo emprego? Sim? Não? Bem, eu considero e o meu objetivo aqui é fazer com que você não fique cego perante a um bom salário.

Certamente existem várias empresas por aí que possuem vagas abertas para profissionais com o seu perfil, mas é possível também que muitas dessas empresas não tenham um perfil que se enquadre nos seus objetivos profissionais e pessoais. Há muitos locais em que a diretoria e gerência não se preocupa muito com o bem-estar de seus funcionários. O que acontece ao longo do tempo, é que essas empresas começam a não conseguir mais contratar tão facilmente, e a única solução que encontram para preencher suas vagas é aumentar o valor oferecido pela vaga. É nessa hora que muita gente vai se sentir muito tentada, mas será que você quer trabalhar em um local que pague bem, mas que possui vários empregados que dariam um dedo mindinho para estar em outra empresa? Deve haver um motivo muito forte para essas pessoas quererem sair, e se você não prestar atenção em alguns detalhes, você pode muito em breve se tornar um deles.

A solução?

Bem, falar é fácil. Mas o que fazer então? O meu conselho, que eu mesmo pratico, é que você realize uma pesquisa para coletar o máximo de informações possíveis sobre a empresa e sobre a vaga ao qual quer se candidatar. Veja duas as dicas de ouro que irão te ajudar nessa tarefa:

  1. Busque informações sobre a empresa na internet, pois ela está cheia de pessoas falando sobre tudo. É possível achar informações úteis em uma comunidade de funcionários da empresa no Orkut, através de buscas no Twitter, Facebook, etc.
  2. Procure conversar com alguma pessoa que trabalha (ou trabalhou) na empresa, preferencialmente no setor aonde você iria trabalhar se for qualificado e aceitar trabalhar lá. Acredito que essa seja a dica mais eficiente, pois quem está lá dentro pode te informar sobre a real situação da empresa e é isso que você quer ouvir. Além disso, se você for chamado para uma entrevista, arranjeo uma forma de puxar algum outro funcionário para conversar. Também é possível fazer isso através das mesmas comunidades do Orkut que mencionei acima, bem como o Twitter, Facebook. Nada melhor para te alertar ou te tranquilizar.

Agora me diga: você já vivenciou alguma experiência ruim ao ter mudado de emprego? Ou já vivenciou uma boa experiência depois de ter pesquisado um pouco mais sobre a empresa antes de mudar? Deixe um comentário e compartilhe a sua história conosco!

About The Author

Empresário (Diretor de Operações da Data Power Team) e consultor de tecnologia da informação e comunicação digital, é o fundador e editor do blog Produzindo.net. Se dedica a essa atividade pela paixão que tem pelo lema que tomou para a sua vida: “aprender para ensinar”.

One Response