Hoje, quando olhamos para o lado, vemos algumas poucas cidades com uma grande concentração de gente e de empresas. Podemos citar aí (no Brasil) principalmente São Paulo e Rio de Janeiro. Depois vemos Belo Horizonte, mas mantendo uma certa distância dos dois primeiros colocados.

Ainda assim, existem outras cidades que estão se tornando grandes polos comerciais e de crescimento urbano, são as chamadas metrópoles do futuro. Tive acesso à revista Veja dessa semana e encontrei uma matéria muito interessante falando exatamente sobre isso.

O texto mostra quais serão os problemas enfrentados pelas cidades no caminho para se tornarem grandes metrópoles de uma forma sustentável e correta. Além disso, conta um pouco da história de algumas cidades, como elas passaram a se “metropolizar” e, sobretudo, como elas estão se preparando para serem grandes metrópoles nas próximas décadas.

“Tá, e o que isso me ajuda?”

É importante sabermos quais são as cidades que estão crescendo, pois nelas irão aparecer grandes oportunidades de crescimento profissional. A medida que a cidade cresce, milhares de novos empregos vão sendo criados e normalmente importa-se muita mão-de-obra de outros estados. Bem, eu já estou de olho.

Convido você a ler a matéria (hoje, dia 28/08/2010 chega às bancas, veja um preview clicando aqui) e deixar a sua opinião nos comentários. Você acha que vale mais a pena investir nas metrópoles já consolidadas ou nas futuras metrópoles? Por quê?

2 Responses

  1. Maick Costa

    Deveríamos levar em consideração a mesma prática quando de investimentos em empresas? Investir em empresas maduras são ganhos certo, porém poucos. Investir em empresas em crescimento pode trazer ganhos altos, porém incertos….

    • Bernardo Pina

      Excelente dica, Maick. A única observação que eu faço é para analisar bem as empresas ainda em crescimento antes de investir, pois um passo em falso pode ser mortal para elas e para seus investidores.