A vida moderna nos traz uma dezena de projetos e coisas para administrar e realizar diariamente. Isso é fato. Quem nunca se viu no meio de um emaranhado de problemas, trabalhos a realizar, clientes a visitar, ligações a fazer, e-mails a responder, o chefe chamando para uma reunião de urgência, etc. Daí vem todo o stress do dia-a-dia, nervosismo, sentimento de incapacidade. “Não tenho tempo”, “Queria que o dia tivesse 48 horas para eu dar conta de tudo”.

Felizmente existem técnicas que podem ser usadas para melhorar nossa relação com as tarefas e projetos a serem realizados. Uma delas é manter o foco nos resultados.

É preciso identificar e coletar os itens que estão “batendo à sua porta” e depois planejar como trabalhar com eles. Mas como fazer isso?

Se uma coisa está na sua mente, quer dizer que está inacabada, então deve ser armazenada num sistema confiável fora de sua mente. Faça isso com tudo que está na sua cabeça como inacabado. Lembre-se, se você está pensando no problema ou projeto, é porque ele não está solucionado. Se estivesse não pensaria mais nele.

Tente fazer o seguinte: sente-se e escreva qual a situação que mais lhe interessa resolver no momento. Pode ser um projeto, uma idéia, alguma coisa que você está sendo pressionado a administrar ou um problema que bate à sua porta e consome grande parte de sua atenção no momento. Isso feito, o segundo passo é descrever em uma frase o resultado que deve ser alcançado. O que isso será depois de solucionado? O que precisaria acontecer para você considerar esse projeto concluído? Depois escreva a primeira coisa a ser feita para começar a realizar esse projeto. Telefonar para alguém? Sair e comprar pregos? Ir a algum lugar? O que?

Certo, mas e a segunda coisa a ser feita? O que fazer depois disso? Bem, crie uma lista de tarefas a serem realizadas em ordem cronológica. Não necessariamente em ordem de importância, mas as que devem ser feitas primeiro e depois, até o final.

Faça isso com tudo que o está em sua mente. Todos os projetos, tarefas e problemas. ‘Concluir aquele plano de marketing’, ‘Construir a casinha do cachorro’, ‘Dar banho nas crianças’, etc.

A pergunta chave a se fazer é “Quais os resultados se espera desse trabalho”. Como diria Peter Drucker, “Os resultados tem de ser claramente especificados, para que se possa atingir a produtividade”.

Refletir concentradamente sobre os resultados pode parecer simples, mas é coisa que poucas pessoas realmente colocam em prática. Na verdade muitas das nossas atividades diárias já estão definidas para nós. São as coisas não feitas e não mexidas que ficam olhando para nós quando chegamos ao trabalho. A energia para romper a resistência e pensar sobre os resultados dos projetos e definir as tarefas a serem realizadas, indo mais longe ainda e realizando as tarefas é coisa para poucos e bons.

Felizmente a produtividade pode ser aprendida. Na verdade, a técnica de pensar nos resultados é um dos meios mais efetivos para tornar realidade nossos empreendimentos.

Conhece mais alguma técnica eficiente para realizar as tarefas diárias? Quer dividi-la conosco? Deixe um comentário abaixo. A discussão em relação a isso é bastante extensa.

About The Author

Jornalista, formado em comunicação social pela UFJF, natural do interior de Minas Gerais, mas reside em Porto Velho, Rondônia desde agosto de 2008. Por 2 anos foi coordenador de marketing do Sistema Sicoob na região norte do Brasil, atendendo aos estados de Rondônia, Acre e Amazonas. Apaixonado por negócios e empresas, obcecado por formas de acumular riqueza e investimentos. Também escreve para o blog Eu Milionário.

  • Rafael

    Técnica eficiente para gerir o tempo:
    SMART
    S especificidade
    M mensurável
    A alcançável
    R relevante
    T tempo
    Mais informações http://professormurara.files.wordpress.com/2008/07/metasmart1.doc

  • Rízio Andrade

    Olá Rafael,

    Muito interessante sua dica. Me chamou a atenção a parte que fala de metas alcançáveis e caso não sejam no momento, trace metas para chegar até lá.

  • Arnaldo Vaz

    GTD?