A Era Industrial foi a precursora de uma nova era que começou em meados de 1980, com o advento do lançamento dos computadores pessoais. Nessa nova etapa, não bastava apenas apertar parafusos e produzir grandes quantidades de produtos mas sim entender de onde vinham esses parafusos, como eles eram feitos e como eram usados. Para isso, a necessidade de obter essas informações foi se tornando crucial para as empresas e com o tempo, várias formas de transmitir essas informações foram sendo criadas. Esse era o conhecimento se tornando uma valiosa ferramenta de produção, esse era o início da Era da Informação.

Esses acontecimentos começaram em 1980. Você já parou para pensar em como essa informação é difundida hoje? Quais são as técnicas e os meios tecnológicos usados para estreitar relações entre amigos e familiares? Quais são as técnicas para transmitir notícias? Quais são as técnicas para as empresas se comunicarem com seus clientes e seu público alvo?

palestra-01

Pensando em esclarecer esse assunto, o nosso colaborador Gabriel Disconzi Barboza irá dar uma palestra amanhã, dia 15 de maio, em Porto Alegre para falar sobre a comunicação empresarial na Era da Informação. Durante o seminário, Gabriel irá abordar questões históricas que levaram à modernização da comunicação que temos hoje-em-dia nas empresas e nos seus relacionamentos com diferentes públicos.

Promovido pela Rotary Porto Alegre Norte, o evento será um almoço que deve reunir dezenas de pessoas, entre elas grandes empresários e “rotarianos”. Veja abaixo mais informações.

  • Local: Bistrô Variettá – Rua Miguel Tostes, 30, esquina com a Rua 24 de Outubro
  • Data: 15/05/2009
  • Valor: Homens pagam R$18,90 + bebidas, mulheres pagam R$14,90 + bebidas
  • Reservas e informações: (51) 9244-4851

About The Author

Empresário (Diretor de Operações da Data Power Team) e consultor de tecnologia da informação e comunicação digital, é o fundador e editor do blog Produzindo.net. Se dedica a essa atividade pela paixão que tem pelo lema que tomou para a sua vida: “aprender para ensinar”.