Quantas pessoas você conhece que têm o hábito da leitura? Quantos livros por ano costumam ler? Se lê, fora os livros lê o quê? Com qual freqüência?

Infelizmente não é comum ver pessoas com esse hábito, por mais benéfico que ele possa ser. Por quê? Porque não temos uma cultura que favorece a leitura. Na minha humilde opinião, é uma questão social e política (mas não vamos entrar no mérito da questão aqui senão esse post não terá mais fim).

Ler nos faz bem em vários aspectos. Veja alguns benefícios:

  • Melhora cada vez mais a nossa capacidade e velocidade de leitura;
  • Melhora a nossa capacidade de escrita;
  • Aumenta nosso vocabulário, permitindo nos expressar melhor;
  • Aumenta a nossa cultura geral;
  • Nos faz formar mais opiniões sobre diversos assuntos diferentes.

Para quem não tem o “instinto natural”, a leitura deve ser um hábito. Por muito tempo eu desejei ler alguns livros que sempre me despertaram interesse mas eu nunca conseguia porque os livros não conseguiam prender a minha atenção. O computador e o videogame sempre venciam…

A solução para o meu caso só apareceu a pouco tempo e de uma forma bem inusitada.

Um gerente do meu gerente, no meu antigo trabalho, me procurou para saber por que eu estava pedindo demissão. Expliquei que era apenas uma questão financeira, já que eu havia recebido uma proposta salarial irrecusável. Tinham me dito que o cara era um “guru” da administração empresarial e depois da nossa conversa, pude perceber o porquê que o pessoal o chamava assim.

Ao término da conversa, ele me deu a dica de um livro que, segundo ele, tinha mudado a sua visão administrativa. Fiquei muito curioso para saber de onde aquele gênio tinha tirado tantas idéias fantásticas. O livro é “Você está louco!” do Ricardo Semler (já comentado anteriormente).

Empolgado que eu estava, logo comprei o livro. Só que acabei esbarrando em um problema que sempre me assombrou: de onde vou tirar tempo para ler esse livro? Trabalho de segunda a sexta, de 8 as 18 e estudo das 19 as 23h. Finais de semana? Único momento que eu tenho para meu lazer (que ainda não incluía ler livros).

Foi pensando numa forma de ler esse livro que eu descobri que eu não tinha tempo para lê-lo. Quando percebi isso, fiquei muito bravo e me afrontei começando a ler o primeiro capítulo do livro na mesma hora. Li o primeiro, o segundo, o terceiro e precisei ir dormir. No dia seguinte, eu me lembrei do que eu havia lido, fiquei novamente empolgado e levei o livro comigo na minha mochila. Durante o dia, qualquer tempinho livre que eu tinha, eu lia mais um pedaço do livro. Foi aí que cai a ficha…

Eu não tinha tempo para parar e ler o livro, isso era um fato. Só que eu percebi que durante o meu dia, existem vários horários picados, de tamanhos diferentes, que eu fico ocioso. Tendo isso em mente, criei um hábito de ter sempre um livro na minha mochila (minha fiel companheira que vai para qualquer lugar que eu for).

Vejam alguns desses momentos do meu dia que eu fico ocioso e sempre tiro meu livro para ler um pouco:

  • Esperando minha noiva sair do trabalho;
  • Durante minha hora de almoço;
  • Esperando professores que chegavam atrasados para dar aula;
  • Durante aulas chatas (meninos, não façam isso em casa);
  • Momentos de tédio quando fico em casa;

Esse método é um método mais demorado de leitura, mas ele funcionou muito bem pra mim. Claro que isso não vai funcionar para todo mundo, mas se você não tem o costume de ler e quer mudar isso, a minha intenção aqui é te mostrar como eu fiz para conseguir.

Se você não tinha e hoje tem o hábito de ler sempre, conte-nos o que você fez para mudar essa situação e ajude outras pessoas a mudarem também!

About The Author

Empresário (CEO da agência de comunicação PIBIT) e consultor de tecnologia da informação e comunicação digital, é o fundador e editor do blog Produzindo.net. Se dedica a essa atividade pela paixão que tem pelo lema que tomou para a sua vida: “aprender para ensinar”.

  • Jane

    Já faz 2 anos que o meu filho lê diariamente. Ele já adquiriu o hábito e está muito feliz por isso. Recomendo a todos os pais que estimulem seus filhor a ler.