Muito é falado sobre como o nosso trabalho afeta a nossa saúde. Por isso existem tantos estudos sobre ergonomia e muitas empresas já começaram a investir em ginástica laboral. Também fala-se muito sobre o stress que o trabalho pode causar, além dos vários transtornos de ansiedade que têm sido associados às atividades profissionais.

Mas pouca gente pensa sobre como a nossa saúde pode afetar o nosso trabalho.

Sim! A questão da saúde é uma via de mão dupla! Funcionários saudáveis produzem mais e melhor do que funcionários que passam por problemas de saúde constantemente. Cuidar da sua saúde é vital pra você, mas também é importante para a sua carreira e para a empresa onde você trabalha.

Aliás, você acha que o benefício do Plano de Saúde (para o trabalhador e sua família) é uma prova de que o dono da empresa é legal? Hmmm… pode até ser, mas ele tem motivos estratégicos para oferecer isso!

Pense comigo: se você tem um bom plano de saúde oferecido pela sua empresa, é claro que você vai querer usufruir disso. E não só quando você estiver doente: você tem a oportunidade de realizar exames e consultas preventivas, check-ups periódicos… Você previne doenças e, consequentemente, as faltas ao trabalho por motivo de saúde. Cuidando assim da saúde da sua família você também evita aquelas faltas para acompanhar quem não está bem por um determinado motivo.

E você pode imaginar que os ganhos se resumem a isso: o empregador economiza e você cuida da sua saúde, sendo estratégico só para o empregador. Certo? Errado.

Você pode usar os benefícios de saúde como ferramentas estratégicas suas!!! Muitas pessoas deixam para procurar os profissionais da área de saúde apenas quando já estão com sintomas que os impedem de trabalhar ou os atrapalham bastante.

O segredo é aprender a usar o benefício. Quer alguns exemplos?

  • Faça check-ups com consultas e exames agendados em horário diferente do seu horário de trabalho: você não se compromete, evita faltas, e se precisar de algum tratamento fará tudo com calma.
  • Cuide de sua saúde fora do consultório médico: procure nutricionistas, por exemplo, para garantir uma alimentação saudável e compatível com a sua rotina. Um bom fisioterapeuta pode te ajudar a evitar problemas relacionados à postura, por exemplo.
  • Faça exercícios: algumas empresas já oferecem convênios com academias e até reembolso para os funcionários que praticam exercícios físicos. Afinal de contas, isso também é cuidar da saúde.

Mas onde mesmo está a estratégia de tudo isso? Bom. A gente sabe que os profissionais que mais se destacam são aqueles que têm mais compromisso com o trabalho, não faltam… Os cuidados médicos entram nessa parte. Você evita as faltas e, se a saúde estiver em dia, produz melhor.

Os exercícios físicos te ajudam a liberar endorfina, o que faz com que você tenha mais disposição ao longo do dia. E um profissional bem disposto, alerta, produz mais, com mais qualidade e acaba por se destacar.

Crescer na empresa fica mais fácil, além de fazer com que o trabalho não se torne motivo para perder a saúde!

About The Author

Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade de Brasília (UnB), atua nas áreas de gestão da qualidade e gestão da informação desde 2006. Interesse em gerência de projetos, gestão do conhecimento, sistemas de gestão da qualidade, biblioteconomia, restauração de documentos e (claro!) livros e literatura. Muito abrangente? É o poder do profissional bibliotecário, que funciona de A a Z.