carteira-de-trabalhoDiante da crise econômica que estamos vivendo e da demissão de milhares de pessoas ao redor de todo o mundo, tenho recebido muitas perguntas sobre o seguro desemprego. Coincidentemente achei um texto no site de notícias G1 que responde várias dessas perguntas e eu quero compartilhar esse achado com vocês.

Mas antes disso…

Você sabia que no dia 11 de fevereiro foi aprovado o aumento do número de parcelas do seguro-desemprego de 5 para 7? Você também sabia que a quantidade pode aumentar ainda mais?

Recomendo a leitura da notícia completa no site G1. Clique aqui para ver a notícia.

“Quem pode solicitar o seguro desemprego?”

Todo trabalhador demitido sem justa causa – com contrato regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) -, que tenha trabalhado na mesma empresa por pelo menos seis meses seguidos.

“Aonde solicitar?”

Em qualquer posto de atendimento do Ministério do Trabalho, nos postos estaduais do Sine (Sistema Nacional de Emprego) ou nas agências da Caixa Econômica Federal.

“Quais documentos preciso ter em mãos para solicitar?”

  • Comunicação de Dispensa (via marrom) e Requerimento do Seguro-Desemprego (via verde), que são fornecidos preenchidos pelo empregador após a demissão;
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho quitado pelo empregador;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social;
  • Documento de identificação (carteira de identidade, certidão de nascimento ou casamento com o protocolo de requerimento de nova identidade, carteira de motorista com foto, passaporte ou certificado de reservista);
  • Cartão do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Cartão do PIS/PASEP ou Cartão do Cidadão;
  • Os dois últimos holerites (contra-cheques).

“Até quanto tempo após a demissão é possível dar entrada no requerimento do seguro?”

Até 120 dias corridos contados a partir do dia seguinte ao da demissão.

“Quando receberei a primeira parcela?”

Trinta dias após a data do requerimento.

“Aonde posso receber o dinheiro?”

O pagamento só é feito nas agências da Caixa Econômica Federal e em seus correspondentes com a apresentação do Cartão do Cidadão.

“Quem estiver recebendo seguro-desemprego e conseguir outro emprego formal, não pode mais ter o benefício?”

O benefício é cancelado no caso de admissão em novo emprego. No caso de uma nova demissão, no período máximo de 16 meses da demissão anterior, é possível retomar o recebimento das parcelas. Passado o período de 16 meses, o empregado terá de fazer uma nova requisição do seguro-desemprego.

“Qual é o valor do seguro-desemprego?”

O valor do seguro é calculado baseando-se no valor do seu último salário. Veja a tabela abaixo.

45 Responses

  1. elizangela

    boa noite, meu pai ficou registrado em uma empresa no ano de 2007 no periodo de maio a outubro, e foi demitido sem justa causa, mas nao deu entrada no seguro desemprego, e agora foi registrado e maio e com sua saida em agosto de 2009.Por ele nao ter recebido o seguro anterior ele tem direito ao seguro agora?

  2. Flávia

    Estou recebendo seguro desemprego, e vou estagiar em uma empresa por causa da faculdade (estágio remunerado) – Perco meu beneficio se isso acontece? Grata.

  3. Filipe

    Olá tambem estou um pouco em duvida referente a solicitação do seguro desemprego.

    solicitei seguro desemprego dia 04/08/2008 e recebi três parcelas de seguro desemprego pois sótrabalhei 6 meses. e essas parcelas foram dia 04/09/2008, 06/10/2008 e 03/11/2008.
    comecei a trabalhar mais uma vez dia 17/01/2009 e fui demitido sem justa causa agora dia 11/10/09 cumprindo aviso prévio vou me desligar da empresa dia 11/11/2009. ou seja a pouco mais de 12 meses da minha ultima parcela de seguro desemprego.

    minha duvida é a seguinte se levar em consideração que só pode solicitar seguro a cada 16 meses eu vou poder solicitar o seguro desemprego em que data ? apartir do dia 04/12/2009 onde da exatamente 16 meses da minha solicitação? ou só poderei solicitar 03/03/2010 onde da exatamente 16 meses do dia da minha ultima parcela de seguro desemprego? e já adicionando a pergunta caso seja a segunda opção, levando em consideração que posso requerir o seguro desemprego após 120 dias da minha demissão essa data vai ser qual ? a data em que me mandaram embora(dia 11/10/2009) ou a data do meu ultimo dia de aviso prévio(11/11/2009) ? e só caso seja a segunda opção novamente então posso requerer o meu seguro desemprego apartir do dia 04/03/2010 até no maximo 11/03/2010 onde vão dar os meus 120 dias após a demissão ?

    desculpe pelo numero grande de perguntas mais é q não entendo muito mesmo, e li um pouco na internet e fiquei confuso..

    muito obrigado até + !

  4. cassiana

    Meu marido saiu de uma empresa em agosto de 2008 e entrou em outra em fevereiro de 2009 e ficou até fevereiro de 2009.
    Gostaria de saber se ele tem direito as tres parcelas do seguro desemprego?

  5. Carlos

    Eu posso receber meu seguro desemprego em qualquer lugar do País?
    Obrigado.

    • Deyvison Roberto

      Pode sim. Em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, levando o cartão do Cidadão.

  6. Oliveira

    Comecei a receber seguro desemprego em novembro (5 parcelas). Depois disso, me parece, foi ampliada para 7 parcelas. Caso não consiga recolocação até o termino do seguro, posso solicitar as outras duas parcelas?

    Obrigado

    • Bernardo Pina

      Infelizmente não sei responder essa pergunta. Em teoria é possível, mas como você começou a receber o seguro antes do aumento vigorar, é necessário ver as condições para se ter direito às 7 parcelas.

  7. Marcia Cruz

    Gostaria de saber se ainda posso entrar com o pedido do seguro desmprego…fui demitida em junho de 2009, só que antes desa demissão fui contradada por seis meses em outra empresa, sendo que este contrto sofreu um prolongamento de mais dois meses porém hoje estou desempregada. Aguardo resposta. Obrigada

  8. Karol

    Fui demitida no dia 31/01/2010 quero saber como faço para dar entrada no meu seguro desemprego pois fiquei sabendo que a empresa não fez todos os depósito.Tem como dar entrada sem estes depósitos?

  9. Katia Sartori

    Estou em dúvida se minha filha tem direito ao seguro desemprego. Ela trabalhou como estagiária com contrato por 12 meses em uma agencia digital. Ela tem direito ao seguro desemprego?