Uma coisa é certa, na vida de qualquer empreendedor mudança é algo inevitável, querendo ou não, em algum momento você vai precisar mudar seus planos, mudar a estratégia que você tinha criado anteriormente ou até mesmo mudar as características do seu produto.

Empresas que não acompanha a evolução do mercado, tendem a ficar para trás e poucas conseguem alcançar as organizações que já estão na frente justamente porque estas não tiveram medo de fazer mudanças, em muitos casos elas mesmas que provocaram tais atitudes, fazendo com que suas concorrentes se adaptassem ao seu estilo, se não quisessem sair do mercado

Agora a grande questão é: Você está em busca de mudanças que tragam melhorias para sua empresa?

Confesso que propor mudanças não é fácil, são vários os pretextos que empregados, acionistas e até mesmo você, empreendedor, usa para não mudar. Veja algumas das desculpas mais comuns:

  • Nunca fizemos isso antes
  • Ninguém jamais fez isso antes
  • Isso não dá pra fazer
  • Não irá funcionar em uma empresa pequena
  • Não ira funcionar em uma empresa grande
  • Não ira funcionar em nossa companhia
  • Não estamos preparados para isso
  • Para que mudar? Está funcionando muito bem!
  • Não se ensina truques novos para macacos velhos
  • É muito arriscado mudar

Você provavelmente conhece alguma pessoa que já usou essas (ou outras) desculpas como pretexto para não mudar (quem sabe você mesmo!?). Em muitos casos, essas desculpas são geradas por medo, falta de confiança ou até mesmo pura preguiça. Será que você quer mesmo não crescer (ou até mesmo regredir) por um desses motivos?

Basta pensar que grandes empresas sobrevivem buscando sempre fazer coisas diferentes. Elas são mais ousadas e correm mais riscos, mas também possuem grandes chances de serem mais bem sucedidas. Veja alguns exemplos:

Apple: Estou lendo o livro “A cabeça de Steve Jobs” e a cada página que leio fico mais impressionado com a forma que ele conduziu a Apple para o sucesso atual. Não é nenhuma novidade que Jobs revolucionou diversos setores como o da música, telefonia, computadores e cinema, e toda essa revolução foi pioneira justamente porque ele ousou, não teve medo (ou não se deixou levar pelo medo) e muito menos se acomodou. Aliás, Jobs, em todo processo de planejamento de um produto, sempre foi um cara bastante participativo e atuante, dando atenção ao processo como um todo, desde as maiores (e mais críticas) partes até detalhes, que mesmo sendo simples, com seu toque e visão faziam a total diferença. Coisas como embalagem, cores e pequenos acessórios eram incansavelmente estudados e analisados por ele e sua equipe. Infelizmente perdemos um grande visionário que fez a diferença porque não ficou parado.

Google: O Google não ficou apenas como um simples site de busca, ele procurou novas maneiras de criar produtos e serviços que estivem interligados com a sua missão. Dessa busca saiu diversas ferramentas como Gmail e Google Docs, sem contar na popular rede social Orkut que governou absoluta aqui no país até alguns anos atrás, perdendo somente a poucos meses o posto de rede social mais usada no Brasil para o Facebook. Mas observe só uma coisa interessante… Apesar de todas as mudanças feitas no Orkut pelo Google, a rede social não conseguiu superar ritmo de crescimento do Facebook. Sabe o que ela fez? Em vez de ficar parada vendo sua concorrente tomar conta por completo de seu setor, decidiu começar um projeto do zero e lançou recentemente o Google +, sua nova rede social, causando até mesmo um certo temor por parte do chefão do Facebook, Mark Zuckerbeguer. Não podemos também esquecer que o Google revolucionou o mundo da publicidade online (ao passar a exibir propagandas contextualizadas com as buscas dos seus usuários) e do compartilhamento de vídeos após comprar o Youtube.

Um amigo meu me disse uma vez que se a gente seguir todos os dias o mesmo caminho vamos chegar a um mesmo lugar. Agora, se arriscarmos e resolvemos partir para um caminho novo, com certeza o resultado será diferente. Agora me diga… Qual caminho pretende escolher para a sua empresa?

About The Author

Cursando faculdade de Administração de Empresas pela FACER, atua na área administrativa e docência dentro do Terceiro Setor. Tem experiência com divulgação, publicidade, marketing Digital, docência e gestão no terceiro Setor. Também é autor do blog Liberdade Testada e Vale Empreender.

5 Responses

  1. blog Desafiando Limites

    olá, Rômulo, blz?

    como estão seus estudos pra concursos? =)

    olha, tem um texto meu sobre mudanças, talvez não tão contextualizado qto o seu, visto q seu foco é empresarial, mas q pode ser leitura complementar para alguém ainda indeciso.

    peço sua permissão para citar o link:

    7 Lições que a mudança me ensinou >>
    http://wallysou.com/2011/12/25/sete-licoes-mudanca-aprendizado/

    1. Reavaliação;
    2. Foco;
    3. Projetos;
    4. Resignação;
    5. Adaptação;
    6. Perseverança, e;
    7. Aplicação.

    Parabéns pelo blog e assuntos tratados, gosto muito de ler seus textos (via RSS) e sua visão empreendedora e, mesmo sendo servidor público, admiro e valorizo pessoas como vc, q pensam um país melhor, aproveitando o potencial humano incrível de que dispomos e é, tantas vezes, desprezado pelas autoridades.

    gde abço e sucesso,

    Wallace,
    admin do blog Desafiando Limites.

  2. Rômulo

    Olá Wallace.
    Cara, só tenho uma coisa para te falar: MUITO OBRIGADO!
    Fiquei muito feliz com suas palavras, com certeza é mais uma dose de motivação para fazer a diferença.
    Tentei acessar seu texto, mas não carregou a página, gostaria muito de lê-lo.
    Mais uma vez obrigado pelas palavras de incentivo.
    Grato
    Rômulo

  3. Jonas Powerbonus

    Isso é verdade, acontece muitas mudanças e cabe a nos fazer com que elas fiquem a nosso favor. Parabéns pelo post!