A pergunta pode parecer estranha a primeira vista, afinal, a maioria das pessoas buscam um novo emprego com o simples objetivo de… ganhar mais. Isso é errado? Não, de forma alguma. Mas nem sempre vale a pena trocar de emprego apenas para ganhar mais, principalmente se o novo emprego não te proporcionar uma boa qualidade de vida.

Deixa eu contar uma história para você… Cerca de um ano após o meu casamento, apareceu uma oportunidade de trabalhar em uma empresa para ganhar o dobro do valor do meu antigo salário. Aceitei o novo emprego sem pestanejar.

O problema é que o clima de trabalho na empresa era horrível, tudo por causa de uma gestão forçada e antiquada do diretor da área de tecnologia. Resultado: passei quatro meses extremamente desgastantes, com um trabalho horrível (me enganaram falando que eu iria para uma função, mas quando eu cheguei acabei indo para outra) e eu acabei saindo dessa empresa para outra aonde eu iria ganhar metade do que eu estava ganhando. Ou seja, o mesmo valor que eu ganhava na primeira empresa. Muitas pessoas não dão a sorte de encontrar outro emprego tão facilmente, com o mesmo salário de antes.

Para evitar problemas desse tipo, existe uma série de ponderações a fazer para que possamos nos precaver antes de aceitar uma nova oferta de emprego. Hoje vou falar um pouco sobre elas.

Seu perfil profissional

Alguma vez você já parou para analisar o seu perfil profissional? Conhecer um pouco mais sobre si mesmo pode te ajudar a escolher a vaga ideal e evitar que você fique passando de empresa em empresa, procurando o emprego ideal e ao mesmo tempo ficando queimado no mercado de trabalho.

Comece fazendo uma lista de qualidades que você, como pessoa, tem. Abaixo eu mostro algumas das perguntas que você deveria fazer a si mesmo para lhe ajudar nessa tarefa.

  • Você é uma pessoa comunicativa?
  • Você normalmente se integra bem com a equipe em que trabalha?
  • Você consegue trabalhar bem sob pressão?
  • Você normalmente tem alta produtividade?
  • Você tem aptidão para liderar equipes?

Agora que você já conseguiu fazer uma lista das suas qualidades pessoais, é hora de fazer uma lista das qualidades profissionais/técnicas. Quais conhecimentos técnicos você possui que poderiam lhe ajudar a conseguir um emprego novo? Faça uma lista, junte com a lista anterior e passe para o tópico seguinte.

Conhecendo as vagas

Agora que você tem no papel informações sobre o seu perfil como profissional, você terá melhores condições de procurar um emprego em que você se sinta bem trabalhando. Não adianta ganhar bem e ser infeliz no trabalho, o ideal é considerar ambos os lados e escolher um meio termo.

Quando encontrar uma vaga que aparentemente lhe agrada, procure informações sobre o negócio da empresa. Se a empresa for uma empresa que trabalha com economia e você detestar esse assunto, há uma grande chance de você não se adaptar bem ao trabalho. Em compensação, se você gosta de arte e a vaga for para uma galeria de artes, há uma grande chance de você gostar muito de trabalhar por lá.

Se for possível, tente ainda descobrir como é o clima de trabalho dentro daquela empresa. No exemplo que eu dei no início do texto, o negócio da empresa tinha a ver com assuntos que me interessavam, mas mesmo assim foi horrível trabalhar por lá devido ao clima organizacional dentro da empresa. Converse com funcionários da empresa que você está visando, pergunte a eles como é trabalhar por lá, se eles gostam, quais os problemas que eles enxergam, etc. Assim, você terá uma visão mais realista de pessoas que já estão por lá.

É possível achar o emprego ideal, só depende de você!