O ano está acabando e para aquelas pessoas que trabalham com carteira assinada, isso é sinônimo de ter a primeira parcela do 13º salário depositada na conta bancária muito em breve.

Para essas pessoas essa é a melhor época do ano para organizar as finanças. Em contrapartida, também pode ser a época em que se atrapalham e gastam mais do que deveria, comprometendo o “feliz ano novo”. As férias de verão e o início do ano trazem consigo uma série de compromissos e responsabilidades financeiras tal como IPTU, IPVA, material escolar, renovação de matrícula de escolas/faculdades e o custo das próprias férias em si.

cofrinho-01

A melhor forma de não se surpreender com a fatura do cartão de crédito no carnaval é já ter uma reservsa de dinheiro que foi guardada durante o ano. Se isso não foi possível, a idéia agora é se organizar e anotar os gastos para tentar utilizar o 13º de forma consciente para que assim você possa ter uma certa paz com as suas finanças. Vamos à algumas dicas para te ajudar nessa tarefa.

Dívidas anteriores

Se você estiver com faturas do Cartão de Crédito atrasadas, ou tiver entrado no cheque especial, a hora é esta. Pare de pagar os juros absurdos que são cobrados por estas linhas de crédito e zere tudo. Se não der para pagar todas as contas atrasadas, pague pelo menos aquelas que cobram juros mais altos.

E lembre-se que se você possui dívidas, não é porque o 13º entrou na sua conta que está sobrando dinheiro pra você. Não é hora de comprar presente de Natal caro pra ninguém, por mais que você ame todo mundo. Seja medido(a) e compre lembrancinhas baratas.

Impostos

Os gastos com impostos são inevitáveis. Mas ao mesmo tempo são bem mensuráveis. Alguns estados disponibilizam o cálculo do IPVA e IPTU pela Internet. Vale a pena fazer esse cálculo o quanto antes para que possamos deixar uma parte do 13º reservada para isso. Caso seu estado não faça isso, tenha por base o valor dos últimos impostos pagos.

“Mas porque pagar o IPVA e IPTU com meu 13º?”

Primeiro, porque existe um desconto considerável para o pagamento à vista. Pense que nesse caso, dinheiro não gasto é dinheiro ganho! Aproveite a diferença para investir!

Segundo, porque você não vai precisar comprometer seus próximos salários com mais uma prestação, o que te permite investir essa diferença e ganhar ao invés de apenas só pagar.

Educação

As escolas aproveitam essa época para cobrar a taxa de renovação de matrícula. Não sei até que ponto essa prática é legal (ou ética), mas também não vou entrar no mérito da questão. Fato é que as escolas, faculdades, cursos de língua estrangeira, informática, academias e outros sempre cobram. E a gente paga.

Meus irmãos cursaram faculdades particulares e todo ano eu via a mesma coisa: 13º significava renovação de matrícula. Morria de pena, mas entendo o que eles faziam: se livravam de ter que parcelar isso com o banco ou com a faculdade, pagando juros sempre altíssimos.

Procure saber em quais instituições você terá que pagar essa renovação de matrícula e já se prepare. Em alguns casos, pode ser um valor até maior que o da própria mensalidade que você está acostumado a pagar e pagando com antecedência, você pode tentar pleitear um desconto.

Outra coisa que assusta é o tamanho da conta das compras de material escolar na papelaria e nas livrarias. Como ainda não estamos em dezembro, muitas coisas já podem ser encontradas e compradas a preços menores. Se você tem filhos em idade escolar, procure a escola e tente pegar logo a lista de material, porque a diferença de preço pode comprometer (e muito!) o seu ano novo. E vale mais uma vez a dica: compras com pagamento à vista devem ser sinônimos de compras com desconto. Se não for, procure outra papelaria/livraria.

Investimento

Olha… eu adoro presentear as pessoas que eu gosto. Antigamente, tinha o hábito de comprar lembrancinhas até para o pessoal do trabalho. Mas acho que foi-se o tempo em que meu dinheiro dava pra tudo isso.

Se depois de resolver tudo isso que já foi falado ainda sobrar 13º, NÃO VÁ ÀS COMPRAS. Separe uma boa parte desse dinheiro para os seus investimentos. Sejam investimentos em uma poupança, ações ou reservas num cofrinho de cerâmica. Nossa economia estável nos permite a guardar e investir à curto, médio e longo prazo. Vamos aproveitar!

É claro que é praticamente impossível passar o fim de ano sem ter vontade de comprar uma roupa nova ou um bom presente para pessoa que se ama. Gastar não é errado como muitos pregam, gastar sem medida é (principalmente quando se está endividado).

Ah sim, não se esqueça que esse já é um ótimo momento para começar a planejar os gastos do final de 2010!

About The Author

Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade de Brasília (UnB), atua nas áreas de gestão da qualidade e gestão da informação desde 2006. Interesse em gerência de projetos, gestão do conhecimento, sistemas de gestão da qualidade, biblioteconomia, restauração de documentos e (claro!) livros e literatura. Muito abrangente? É o poder do profissional bibliotecário, que funciona de A a Z.