Você já ouviu falar sobre os Programas de Trainee? Você sabia que são uma excelente oportunidade para você que está começando a sua carreira? Muitas pessoas sabem e sonham conseguir ser aprovado nas seleções, pois as promessas são (quase) sempre de grandes salários, adquirir experiências diversas e status dentro das grandes empresas. Tá, até aí tudo bem. Mas você sabe exatamente como funciona um Programa de Trainee? Quais os requisitos básicos e a média salarial? Não? Então trago hoje pra você um pouco mais sobre este universo aonde tantos jovens profissionais desejam participar.

Pré-requisitos

Em termos gerais, para você se tornar Trainee de uma grande empresa é preciso ser jovem – com idade entre 22 e 30 anos – e, ou cursar o último ano da faculdade ou ser recém-formado (caso mais comum). É necessário se inscrever em um programa de alguma empresa e seguir os passos do processo de seleção. Em geral, a seleção dos programas de Trainee são bem mais exigentes que as  seleções de estágio e até mesmo de entrevistas de emprego. É preciso estar bem preparado e com outros idiomas na ponta da língua, quanto mais melhor.

Para ganhar a concorrência de uma vaga de trainee e ter condições de fazer carreira na empresa é imprescindível, também, que os candidatos tenham uma boa bagagem trazida dos bancos da universidade, que sejam capazes de gerar bons resultados, de liderar equipes de trabalho, de trabalhar sob pressão e, também, que sejam pessoas de fato realizadoras, que surpreendam e que demonstrem capacidades para assumir cargos de gerência na empresa.

Ser trainee

Após passar pelo processo de seleção, você já é um vencedor! A empresa o direciona para posições técnicas dentro da empresa e se você tiver competência e sorte (não necessariamente nessa mesma ordem), poderá ir rapidamente para uma área gerencial. Diferentemente dos estagiários, os trainees são deslocados por diversas áreas. Eles lidam com pessoas diferentes em praticamente todos os setores, conhecendo melhor a cultura e as práticas da organização. Muitas vezes também trabalham em vários projetos diferentes para que obtenham o maior número de experiências em várias áreas. Assim, conseguem reunir múltiplas capacidades que, aos poucos, vão sendo moldados pela organização.

Esta “modelagem”, criticada por alguns e elogiada por outros, se torna fundamental para que, em um futuro próximo, os candidatos possam assumir cargos relevantes como supervisor, gerente e posições de chefia em geral.

Salário de um trainee

No ano passado a Catho Online divulgou uma pesquisa sobre a remuneração dos programas de trainee no Brasil. Esta pesquisa mostrou que a média dos salários pagos gira em torno de R$ 1.756 e pode chegar até a R$ 4.500, o que para um jovem recém-formado é uma excelente remuneração. Isso fora os benefícios que algumas empresas dão além do salário mensal.

Cabe ressaltar, porém, que estes números não podem ser encarados como regra, pois dependem da empresa empregadora e do cargo a ser preenchido.

Avaliação de desempenho

Em geral, os programas de trainee tem duração de 2 anos. Neste período, as empresas analisam as capacidades dos trainees, observam seu comportamento nas mais diversas situações de trabalho e avaliam seu desempenho com base em diversos aspectos. Ricardo Luz em seu livro “Programas de Estágios e Trainees – como montar e implantar” trata de sete aspectos principais. São eles:

  1. Maturidade (aceitação por parte do trainee de responsabilidade e capacidade de evitar atitudes impulsivas, ou seja, ter calma mesmo trabalhando sob pressão)
  2. Qualidade dos trabalhos desenvolvidos
  3. Capacidade de relacionamento com outros trainees, com seus tutores e com os demais funcionários da empresa
  4. Comunicação (habilidade para expor persuasivamente suas idéias)
  5. Flexibilidade (capacidade para adaptar-se às novas situações)
  6. Capacidade de análise (dos problemas e encontrar soluções)
  7. Liderança (capacidade para alcançar resultados através de pessoas)

É importante ter em mente estes aspectos de avaliação antes mesmo de se inscrever em um programa de trainee. É imprescindível que o candidato faça uma auto-análise, observando suas competências, qualidades e deficiências do ponto de vista profissional. Como dito acima, o processo de seleção é rigoroso e exige uma boa preparação por parte dos jovens que sonham em ser trainees.

Dica quente

E pra finalizar este post, deixo uma ótima dica pra você que está procurando vagas de trainee nas melhores empresas, sejam elas nacionais ou multinacionais. O site Programa de Trainee traz toda semana uma seleção das melhores vagas abertas, dicas para quem quer ser Trainee e também uma área especialmente criada para as empresas enviarem seus processos de Trainee. Lá você não perde nenhuma vaga! Acesse o site e confira as vagas em aberto, siga-o no Twitter para ficar sempre atualizado!

Boa sorte a todos!

3 Responses

  1. juliana

    eu gostaria de um modelo para fazer um programa de trainee na minha empresa, passo a passo.

  2. Gustavo Periard

    Oi Juliana, tudo bom?
    Acredito que não haja uma receita pronta para fazer um Programa de Trainee. Todos seguem o mesmo “roteiro”, mas muitas são as variáves. Tudo dependerá de qual será o processo seletivo desenvolvido, qual o perfil de jovem procurado,quais os benefícios e salarios oferecidos e qual o cronograma do processo. Além de definir qual sera a estrategia de divulgação utilizada.

    A principio é isso, espero tê-la ajudado. Faça um planejamento com base nestes tópicos, tenho certeza que irá ajudar bastante.

    Um abraço!