Você pode estar se perguntando por que falar sobre compras de fim de ano se nós mal começamos o mês de outubro. Afinal, faltam dois meses para as festas e… Exatamente. Dois meses. E pode parecer muito tempo, mas você não se lembra com clareza do que fez no carnaval? Pois é! Já fazem SETE meses desde a folia! O tempo voa!

Todos os canais de televisão se empenham em mostrar a correria do brasileiro em busca de presentes de última hora, itens essenciais à ceia, a superlotação das rodoviárias e aeroportos e o desespero de quem não vai ver a família porque não deu tempo de comprar a passagem, chegar no aeroporto ou qualquer outra coisa.

Essa pauta padrão de fim de ano mostra que o brasileiro tem mesmo a mania de deixar tudo para o último momento e também mostra:

  1. Nossa tendência à desorganização
  2. Nossa dificuldade de aprender com erros (nossos e dos outros)

Existem alguns pequenos hábitos que podem ser adotados para evitar a correria e stress de fim de ano. Vamos conhecê-los?

Planeje-se!

Parece até repetição de tudo o que já foi dito aqui no Produzindo, mas planejar sua vida financeira é importantíssimo para sua vida. Facilita desde as atividades mais complexas até as mais simples.

Neste caso, para planejar as suas compras de Natal, você deve saber direitinho o que vai precisar.

Note que algumas coisas podem ser procuradas e compradas (ou contratadas) com bastante antecedência! Isso faz com que as contas não se acumulem e você evita uma correria enorme na véspera do Natal e do Ano Novo.

Faça!

Para quem vai passar as festas em outras cidades, vale a pena ir acompanhando os posts sobre planejamento de viagem. Mas em resumo, tente pesquisar desde agora os valores e disponibilidade de passagens para o destino desejado nas datas desejadas. Quanto mais perto da data de viagem, mais caras as passagens ficam e menos chance você tem de conseguir data, horário e empresa da sua preferência.

Outro item que pode ser visto com antecedência está relacionado à ceia. Sim. Justamente o que todo mundo acha que só pode ser comprado na semana do Natal. Entenda que a ceia não envolve apenas comida: existe material de apoio (copos, pratos, travessas, guardanapos, bebidas…) tudo isso pode ficar mais caro ou indisponível para compra e até mesmo aluguel com a proximidade das festas. Se você pretende alugar esse tipo de material, minha sugestão é que você comece a procurar ainda hoje. Afinal, além das festas familiares, várias empresas oferecem comemorações de fim de ano, e pode ficar mais difícil encontrar tudo o que você deseja. Se sua ideia é renovar a louça da sua casa, também sugiro que você se antecipe. Apesar de não serem itens que costumam ficar indisponíveis por causa das festas, são produtos caros que podem comprometer o seu orçamento.

Para bebidas, atente-se apenas para data de validade. Refrigerantes costumam apresentar uma data de validade relativamente longa. Ou seja, é possível comprar este mês pensando em consumir em dezembro. Bebidas alcoólicas possuem um prazo de validade maior, portanto, mais flexível ainda. E o interessante é que, justamente por não estarmos ainda no período de maior compra, os preços ainda estão mais baixos. A partir de novembro a situação já começa a mudar.

Sobre os presentes, existe aí um pequeno dilema. Muitas lojas só efetuam trocas em um prazo máximo de 30 dias após a compra. Então, existem alguns caminhos a serem tomados:

  • Negociar o prazo de troca com a loja
  • Correr o risco e comprar com antecedência
  • Esperar até um pouco mais perto das datas

Eu sou da seguinte opinião: se der pra fazer com calma, faça. Adiante todas as compras que forem possíveis. Deixe para as últimas semanas apenas aquelas que não podem ser feitas em outro momento. Então, se você tem certeza absoluta do gosto da pessoa, tamanho (para roupas e sapatos) e conseguiu negociar prazo para troca, VAI FUNDO! Compra logo! Se não, então espere um pouco mais!

Comprar presente pela internet pode ser uma boa opção para quem quer evitar a confusão e a gritaria. Mas também é época de começar a pensar nisso se não quiser sofrer com os possíveis atrasos na entrega, indisponibilidade do produto, etc. Todo ano a gente vê algum conhecido passando por isso e nem assim a gente aprende. Pode sim acontecer com a gente! Então, ao invés de decepcionar o filho ou o sobrinho ou quem quer que seja, aproveita enquanto os sites estão aí, cheios de promoção!

Para aquelas compras pessoais, você também pode se adiantar. Quem está pensando em dar uma renovada no guarda-roupa para viajar, também é uma opção fazer as compras agora. A maioria das lojas já está com a coleção primavera-verão (alô, mulherada!) que vai figurar até março. As vantagens, além dos preços que não foram alterados por conta da alta procura, estão nas lojas vazias e na disponibilidade de todos os tamanhos. O mesmo vale para os sapatos! Então, quem pensa em passar as festas de roupa nova, pode começar a “montar o look” a partir de agora. 

Agora, para as compras que precisam ser feitas com no máximo 1 mês de antecedência (geralmente são compras em supermercado que envolvem alimentos perecíveis!), deixo as seguintes dicas:

  • Prepare uma lista com absolutamente TUDO o que você vai precisar. Se for possível, inclua esses itens na sua lista de compras de mês. Uma ida só ao supermercado para resolver tudo e não comprar nem a mais nem a menos. Mas leve a lista!
  • Antes de sair de casa, monte um roteiro com os lugares aonde você deve ir e o que deve comprar em cada um deles. Monte seu roteiro levando em consideração o melhor trajeto a ser feito, horários de menor movimento em cada lugar e, é claro, se tiver que comprar alimentos como frutas, verduras ou carnes, deixe estes lugares por último!
  • Shoppings costumam ser mais vazios nas primeiras horas de funcionamento. Se transformam em um verdadeiro inferno a partir do horário de almoço. Durante a tarde, quando todos voltam ao trabalho costumam ficar um pouco mais vazios, mas não se compara com o movimento da parte da manhã. À noite, o inferno recomeça. Escolha o horário mais cômodo para fazer o restante das compras no shopping. Pode valer a pena negociar com o seu chefe uma alteração de horário, tanto de chegada quanto para adiar o almoço e pegar o shopping mais vazio.
  • Supermercados são ótimos a partir da meia noite. Você consegue fazer as suas compras com muito mais calma, sem enfrentar filas para pagar ou ter que disputar espaço para passar com o carrinho entre as gôndolas. Se você tiver disponibilidade e pique para compras noturnas, pode ser uma boa opção. Se você preferir madrugar, também é uma boa opção. Os legumes e frutas são os melhores do dia e o mercado continua sem filas!

Ainda assim, acredite: tem muita coisa que só se compra na semana das festas. As frutas e vegetais usados na ceia. Para estes, eu recomendo as feiras livres. O stress é semelhante ao do supermercado, mas como você só irá comprar estes itens, não vale a pena o aborrecimento das filas. Sem contar que os produtos geralmente são melhores. Programe-se para fazer pagamento em dinheiro. Muitas feiras ainda não aceitam cartões de crédito ou débito e as bancas que aceitam costumam oferecer descontos para quem paga em espécie.

Confira!

Quando parecer que está tudo certo, dê uma conferida nas suas listas e passe o seu roteiro de viagem ou das festas pela sua cabeça, analisando se tudo o que você precisa já está comprado, separado ou reservado! Sempre existe uma coisinha ou outra que não foi planejada, foi esquecida, ou adiada. É nesse momento que muita gente se desespera.

Quando deixamos tudo para as últimas semanas do ano não temos tempo para verificar se esquecemos alguma coisa. Aí, nas vésperas das festas, é aquela correria. Se você conferir tudo com uma semana de antecedência, pode ter certeza, não haverá grandes imprevistos na sua celebração de fim de ano.

Caso você se depare com algum esquecimento…

Aja!

Essa é a hora de respirar fundo! Um presente esquecido, um item que está faltando na ceia, uma blusa furada, uma maquiagem borrada… Tudo isso é DETALHE. Sim. Detalhe. Perto de tudo o que você já fez até aqui, isso aí é detalhe. Acredite: mesmo que o shopping e o supermercado estejam lotados de gente estressada que deixou absolutamente tudo para a última hora, você não vai se aborrecer. Isso porque você tem um ou dois itens para comprar ou alugar. Então você não precisa ir a vários lugares, esperar em várias filas… Você tem tempo, paciência, pra fazer isso. Percebe a grande vantagem? Enquanto as pessoas estão terminando a primeira compra de uma série de, sei lá, 20 compras, você está na 21ª. E as pessoas nem sabem que ainda precisarão dessa vigésima primeira!

Você tem o relógio ao seu lado. Agora é só pensar nas promessas de ano novo! E se a virada de ano já está sendo organizada e calma assim pra você, imagine só o que um 2012 organizado vai te trazer, hein?!