organizacao-01Produtividade pessoal é um dos temas mais discutidos atualmente. Dos livros de auto-ajuda e negócios aos blogs e listas de discussão pela internet, é evidente que as pessoas buscam realizar mais em menos tempo.

Os motivos que levam tanta gente a falar sobre este assunto são os mais variados possíveis. Alguns buscam maior destaque na empresa que trabalham — e maiores salários — outros pretendem organizar melhor suas vidas de freelancer, gerenciando diferentes clientes, contratos, necessidades e prazos com efetividade — aumentando receitas. Não menos comuns são os que desejam mais tempo livre dedicado ao lazer e à família.

Ainda assim, muita gente não sabe por onde começar. Elas simplesmente querem produzir mais, apesar desta vontade não passar de uma meta traçada no ano-novo e que nunca é concretizada. Falta planejamento e dedicação mas, acima de tudo, falta um método que ajude a alcançar estes objetivos.

David Allen e Stephen Covey são dois dos maiores autores sobre produtividade pessoal, com os livros A Arte de Fazer Acontecer e Os 7 hábitos das Pessoas Altamente Eficazes, respectivamente. Pessoalmente, acho o GTD de David Allen mais eficiente pela sua praticidade e capacidade de abranger todas as áreas de nossa vida.

O que é o GTD?

GTD, ou Getting Things Done, é uma metodologia de produtividade pessoal que vem crescendo bastante e conta com muitos adeptos no mundo todo. Ela se baseia em ferramentas simples — pode se limitar a papel, caneta e uma pasta de arquivos suspensos — e algumas mudanças de hábitos.

Uma de suas grandes vantagens é a adaptabilidade. O sistema pode ser gerenciado em praticamente qualquer meio. Se você trabalha diariamente com o computador, gerencie seu sistema com email ou listas eletrônicas. Se é mais tradicional ou não tem tanta intimidade com informática, o papel e a caneta são seus aliados. Esta característica permite a implementação do GTD por pessoas de diferentes personalidades e histórias de vida.

Como funciona o GTD?

Apesar de ser relativamente simples e flexível, ela exige o cumprimento de algumas regras — como qualquer outra metodologia — e possui um fluxo de trabalho muito bem definido.

Como preceito básico, nos ensina que devemos ter nossa mente totalmente livre de distrações para sermos o mais produtivo possível. Se ao realizar alguma tarefa, temos dúvidas se isto é o que deveria estar sendo feito ou se estamos preocupados com outros afazeres, não seremos tão eficientes quando poderíamos ser.

Para deixar nossa mente livre, devemos ter todas as nossas idéias, tarefas, pendências, itens em espera, referências — coisas, como descrito no livro — devidamente armazenados em um sistema que confiamos. Assim, saberemos sempre que estamos fazendo a coisa certa, na hora certa e nossa mente estará totalmente concetrada.

Além disso, o método também conta com um sistema extremamente efetivo para armazenar informações em papel — contas, recibos, comprovantes, certificados, material de referência — conhecido como 43 fichas e processo de planejamento de projetos bem prático.

Que método utilizar?

A escolha da metodologia que iremos seguir é pessoal. Não somos iguais, portanto o que funciona para um, não necessariamente será bom para outro. A simplicidade dos quatro quadrantes de Stephen Covey pode ser boa para alguns, mas a abrangência do GTD é interessante para muitos.

Minha sugestão é que dedique um tempo para conhecer melhor as alternativas e observe com qual delas se identifica. Outros fatores muito importantes são saber retirar o que cada uma tem de melhor — para você, pode ser uma mistura delas — e entender em qual contexto cada método deve ser utilizado.

Se você quer ser mais produtivo aproveitando melhor seu tempo, acompanhe meu espaço semanalmente no Produzindo.net. Aqui falaremos de metodologias de produtividade pessoal, técnicas e dicas aliadas à computação inteligente para facilitar nossa vida.

Participe! Já utiliza o GTD ou alguma outra metodologia de produtividade pessoal? Tem alguma dica que funcionou bem? Compartilhe conosco e enriqueça essa discussão.

(créditos da foto para ilker no stock.xchng)

About The Author

Engenheiro Eletrônico pela UFBA concluindo MBA em Gestão Empresarial pela FGV, adora encontrar soluções simples para tarefas do dia-a-dia. Alia técnicas de produtividade pessoal à computação inteligente, deixando mais tempo para as coisas realmente boas da vida. Para outras formas de facilitar a nossa vida, também edita o blog FazendoAcontecer.net.

  • Pingback: Como se tornar e permacener uma pessoa produtiva? | FazendoAcontecer.net

  • http://www.bernardopina.net/ Bernardo Pina

    Excelente texto, Rafael. GTD é um tema que é desconhecido por muitos e já estava mais do que na hora de começarmos a falar sobre o assunto! =)

    E vamos que vamos!

  • http://@brunoburilli Bruno Burilli

    Rafael, muito legal tratar o tema. Sou um adepto da metodologia a quase um ano, e minha produtividade subiu a patamares inimagináveis. Alio a metodologia ao site remember the milk, sugestão esta, posta pelo Walmar Adrade do FatorW.

    O efetividade.net tem muitos textos legais a respeito da metodologia tambem.

    Abraços!

  • http://fazendoacontecer.net Rafael Perrone

    Bernardo,

    o GTD vem crescendo bastante. Considero ele um ótimo tema para abordar aqui no Produzindo.net.

    Bruno,

    O FatorW e o Efetividade.net são duas excelentes referências sobre GTD. Bem lembrado.

    O Remember the Milk e o Evernote são boas opções para gerenciar o sistema. Particularmente, uso o Evernote pois a versão do RTM para iPod/iPhone é paga e a do Evernote é gratuita. Assim mantenho tudo sincronizado.

  • Pingback: Como planejar melhor com GTD | Produzindo.net

  • Pingback: Saiba como estabelecer metas para a sua empresa | Produzindo.net

  • Pingback: Como usar o email com produtividade | Produzindo.net

  • Marisa Graça

    eu adoro seu produzindo net pois ele tem orientado em varios setores de ordem profissional, seria possivel voceme indicar algum curso de GTD no Rio de janeiro, pois tenho o maior interesse em entender melhor e acho que minhas duvidas somente com um curso poderia sana-las
    mas tenha certeza seu produzindo net , é sempre muito bem vindo, sempre muito atualizado e tornando nossa vida mais produtiva.obrigado
    abraços
    Marisa