A essa altura, já deve ter um monte de gente com os olhos arregalados para o título desse texto. Mas a realidade é essa, você não precisa (necessariamente) de dinheiro para abrir o seu negócio, você precisa apenas de uma boa idéia e de um pouco de tempo para investir nessa idéia. Deixe-me explicar.

Quando descobri minha vocação de empreendedor e comecei a pesquisar sobre o assunto, eu realmente acreditava que eu precisava arranjar rios de dinheiro para abrir um negócio. Cheguei a pesquisar vários tipos de financiamento, em vários bancos e financeiras diferentes. Tudo o que cheguei a conclusão foi que as financeiras precisam de bens como garantia de pagamento e eu, que na época era um jovem com apenas 20 anos na cara, não tinha nenhum bem de valor para dar como garantia. Um balde de água fria.

Só que vocação é algo que você não controla, é mais forte que você. O tempo foi passando e eu continuei sempre lendo tudo o que eu podia sobre o assunto, até que eu comecei a ver que existe uma alternativa aos bancos e financeiras. Existe uma coisa maravilhosa chamada capital de risco (venture capital) que já mudou a vida de muita gente.

Pense comigo… Você é dono de uma grande empresa, que está indo muito bem, diga-se de passagem. As vendas estão ótimas, os lucros estão cada vez melhores e está sobrando dinheiro em caixa. Qualquer bom empresário sabe que dinheiro parado é dinheiro perdido (pois está deixando de ganhar dinheiro com possíveis investimentos). Nesse caso, há dois caminhos… A empresa pode usar esse dinheiro para investir no crescimento da própria empresa ou investir em alguma outra coisa. Esse “alguma outra coisa” muitas vezes é investir em outras empresas. O dinheiro que e usado para isso é o tal “capital de risco”.

Traduzindo em miúdos… existem muitas pessoas e empresas por aí que estão dispostos a investir em idéias. Eles viram sócios de uma empresa (a sua) e injetam dinheiro para acelerar (ou iniciar) o seu crescimento. Simples assim.

Depois que eu fiz a milagrosa descoberta do capital de risco, descobri também que não falta gente disposta a investir em idéias. O que falta são boas idéias, pois muita gente vai na onda de abrir o seu próprio negócio simplesmente copiando idéias de outras empresas. Bem, isso não funciona e raramente esse tipo de empresa recebe investimento de capital de risco. Normalmente, as empresas que conseguem atrair os investidores são as empresas que conseguem preencher uma necessidade dos seus futuros clientes, uma necessidade que ninguém está preenchendo.

Eu não quero hoje te convencer que você precisa arranjar investimento de capital de risco, meu objetivo hoje é apenas mostrar que é possível acreditar e correr atrás de uma idéia mesmo sem ter um tostão no bolso.

Se você se interessou, finalizo informando que ainda essa semana nós publicaremos um texto do Marco Gomes explicando em detalhes o que é capital de risco, de uma forma bem didática. Para quem não conhece, Marco Gomes é o empresário dono da Boo-Box, uma empresa especializada em publicidade online que recentemente recebeu investimento da Intel (sim, aquela fabricante de processadores de computadores). Fique atento!

5 Responses

  1. Felipe Rodrigues

    20 anos? Eu pensando que era novo de mais! Empreendedor é meu sonho/objetivo. Fazer, criar, pensar, coodernar é fantástico!

    • Bernardo Pina

      Felipe, não tem idade certa para empreender. Na verdade, eu tenho uma teoria que quanto mais as pessoas deixam o tempo passar, mais medrosos ficam na hora de arriscar abrir o próprio negócio.

      Se você ainda é novo e quer empreender, a hora para começar é exatamente essa.

  2. sandra

    oi, ainda estou indecisa, tenho animo mas tenho medo de abrir qualquer negocio e depois nao dar certo, ja tive um salão de beleza mas nao deu certo por isso esse receio…preciso de uma idéia brilhante algo que é novo e nao tenha na minha cidade, algo que esta em alta no mercado de trabalho e que as pessoas se interessam bastante, e que eu nao tenha prejuizo….pois tive muitos…assim como clientes inadimplentes….me ajude por favor…moro no MT Caceres.