Na semana publicamos a primeira parte desse artigo, e neste ponto você já conhece a sua memória e seu melhor horário de estudos. Agora, para dar continuidade, é  importante montar uma agenda de estudos. Você já tem uma?

2013-03-26-TECNICAS DE ESTUDO - Parte 2

Montando um horário de estudos

No horário de maior desempenho, faça as atividades que mais te acrescentam conhecimento (lembre-se de consultar a tabela no final deste post!).

Nos horários de menor rendimento, procure realizar atividades de lazer. Sim, lazer! Ele é necessário aos estudos, assim como o descanso. Mas quando eu falo em lazer é importante você lembrar que está em uma rotina de estudos, então… Pegue leve! Durante a semana, boas opções de lazer são: assistir a um filme, seriado ou novela, navegar por uma ou duas horas na internet, literatura, jogos… Lembre-se de não passar muito tempo em função disso e PROGRAMAR o que você vai fazer. Se for preciso, programe também um despertador para te lembrar da hora de voltar aos estudos! Ah! E busque variar suas opções. Fazer sempre a mesma coisa transforma seu lazer em rotina e pode começar a ter o efeito contrário ao esperado. =)

No horário de rendimento mediano você deve programar atividades de estudo mais dinâmicas, que prendam mais a sua atenção. Duas boas opções são atividades de revisão ou exercícios. São atividades que vão fazer com que você relembre o que já foi estudado, e não exigirão tanta atenção quanto o processo de retenção de conhecimento. Outra atividade interessante é a leitura de jornais e revistas, ou assistir a telejornais. Estar a par do que acontece no mundo é fundamental para as provas de atualidades. E ler bastante também ajuda a escrever melhor!

No seu horário, aproveite para inserir atividades físicas: elas devem ser, preferencialmente, a primeira atividade do dia. Exercícios ajudam a liberar endorfina, o que melhora o seu humor e, consequentemente, a qualidade dos seus estudos. Se o seu melhor horário para estudar é na parte da manhã, considere acordar mais cedo para fazer alguma atividade física. Novamente, recomendo atividades LEVES. Seu foco, neste momento, não é ficar completamente definido, “sarado” e cheio de músculos, mas sim passar na prova dos seus sonhos!

Escolha o material e a técnica de estudos

A oferta de material de estudos é cada vez maior: apostilas, livros, aulas presenciais, vídeo-aulas, livros de exercícios, simulados, mapas mentais…

Para facilitar a escolha do material ou técnica de estudo mais adequada para cada tipo de memória eu montei uma tabela bem explicativa. Identifique o seu tipo de memória e veja quais os materiais mais recomendados e as dicas de como utilizá-los.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DA PLANILHA.

About The Author

Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade de Brasília (UnB), atua nas áreas de gestão da qualidade e gestão da informação desde 2006. Interesse em gerência de projetos, gestão do conhecimento, sistemas de gestão da qualidade, biblioteconomia, restauração de documentos e (claro!) livros e literatura. Muito abrangente? É o poder do profissional bibliotecário, que funciona de A a Z.

Related Posts