Essa é uma pergunta que tem me importunado durante um bom tempo. O brasileiro tem uma cultura de trabalho que inclina mais para a cultura asiática do que a européia. Encontra-se grandes potências em ambos, mas qual seá o método que está mais certo?

Já vi casos em empresas européias que chegou um problema (bug) enorme no sistema, em uma área de vital importância. Hora? 17:45, sexta-feira. Atitude? Deixar para resolver o problema na segunda-feira. Já vi também (de fato, vejo toda hora) a mesma situação, só que a equipe toda tendo que varar a madrugada e o fim-de-semana para resolver o problema.

O que é melhor? O que é mais certo? Será que vale a pena realmente nos desgastarmos tanto? Ou será que o descanso é sagrado e é melhor deixar para segunda mesmo?

Na minha opinião, como somos um país em crescimento, é válido fazer o que costumamos fazer (varar madrugada e fins-de-semana). O país está crescendo cada vez mais e são atitudes como essa que melhoram nosso nível de produção cada dia mais.

Eu gostaria também de saber a sua opinião sobre o assunto. Deixe um comentário falando o que você acha.

Até a próxima!

About The Author

Empresário (CEO da agência de comunicação PIBIT) e consultor de tecnologia da informação e comunicação digital, é o fundador e editor do blog Produzindo.net. Se dedica a essa atividade pela paixão que tem pelo lema que tomou para a sua vida: “aprender para ensinar”.

  • Jeferson H Marques

    Acho que devemos usar o tempo da melhor maneira possivel, seja com trabalho, lazer, estudo etc. Todos estão relacionados com o crescimento humano. Tudo que é demais tras certo tipo de prejuijo, devemos planejar nossas vidas pra que os dias sejam aproveitados com maior intensidade.

  • Robson Tatimoto

    Tudo ne vida demais,com o tempo se torna prejudicial. No entanto, em momentos de crise devemos trabalhar mais.
    Quando um negócio não vai indo bem, só com trabalho árduo e continuo, as vezes, pode salvar a saúde da empresa.
    Não faço apologia ao trabalho intenso e constante, mas não podemos dizer que se vai longe trabalhando médio ou pouco.
    Para crescer é preciso ter boa vontade e perseverança aliados a muito trabalho.

  • http://intensedebate.com/people/acapela acapela

    Você falou que o brasileiro tem uma cultura de trabalho que se inclina mais para o asiático, mas em que sentido você diz isso? Pois sempre vejo os brasileiro em geral – estou me refetindo ás pessoas empregadas – reclamar que trabalha demais, no entanto, nosso querido Brasil possui o calendário mais recheado com feriados e dias "santos" do qualquer outro país no globo. Isso realmente é de entristecer. Eu vejo assim, trabalhar muito quando for necessario e a circunstância exigir. Mas no que se refere ao mundo empresarial, não dá pra "deixar pra senguda".

  • http://intensedebate.com/people/bernardopina Bernardo Pina

    Quando eu digo que a cultura trabalhista brasileira se assemelha mais à asiática do que a européia é porque o brasileiro reclama, reclama, reclama, mas acaba trabalhando bastante. Temos muitos feriados, mas quantas pessoas você conhece que já trabalharam em feriados?

    Na Europa, feriado não é algo comum, mas quando existe, é tratado como feriado à risca e o povo não trabalha MESMO. (claro, excluindo-se os serviços essenciais à população)