Atualmente, 98% das micro e pequenas empresas brasileiras utilizam a internet, mas menos de 40% delas possuem um site. Não é necessário ter um site para estar presente na web, aliás, existem muitas ferramentas que juntas, ajudam a substituir um site.

Em virtude do faturamento limitado, nem sempre as micro e pequenas empresas têm condições de contratar a terceirização de algum serviço. Tendo isso em vista, a internet vem ajudar em dois pontos cruciais: marketing e gestão.

Internet na gestão

Quem não conhece muito acha que a internet só pode ser utilizada como ferramenta de marketing, mas isso não é verdade. Atualmente existem várias ferramentas que, de uma forma ou de outra, acabam contribuindo na gestão das empresas como um todo. Um site muito bom que exemplifica isso é o Debit, que oferece ferramentas online de fluxo de caixa, cálculos trabalhistas e até call center.

marketing-online-01Como estar presente na internet

Ao contrário do que muitos imaginam, não, isso não é difícil. Na verdade, não precisa nem de um site (apesar de ser bem interessante). Antes de mais nada, é essencial a empresa conhecer o seu público de interesse para que, em cima disso, possa elaborar a melhor estratégia e usar as melhores ferramentas de contato.

Agora vamos derrubar um velho paradigma: talvez a sua empresa não precise de um blog. Para muitos, o blog se tornou uma ferramenta barata para se inserir na internet. Mas se sua empresa não precisa atualizar seus clientes com constantes novidades, não faz sentido. O blog, na verdade, deve ser usado por empresas que possuem informações rápidas para compartilhar com seu público consumidor. Uma empresa de RH, por exemplo, pode ter um blog onde posta as oportunidades de emprego que surgiram.

As Redes Sociais também já estão ficando cansativas, pois as pessoas criam perfis sem se planejar. É importante lembrar que um Orkut possui um público predominantemente jovem, enquanto as pessoas tem e acessam o Twitter já são um pouco mais velhas. Afinal, qual é o público da sua empresa? Atualmente, o YouTube também vem surgindo como uma boa técnica de uso das Redes Sociais para empresas – desde que você queira MESMO compartilhar vídeos, pois senão não tem propósito.

De qualquer forma, não é difícil ter um site. Para quem não conhece, existem editores gratuitos nos quais você pode customizar o seu site e criar um endereço na web, com canal de relacionamento, espaço para notícias, dentre outros. Um bom exemplo disso é o Wix, que elabora sites em flash de uma forma que permite que customize  os detalhes como achar melhor. Para sites mais simples, o Webnode é uma boa ferramenta que já oferece layouts prontos onde você agrega e elimina detalhes como fotos, conteúdos, e outros.

Vale lembrar que é provável que os resultados não sejam os mesmos do que contratar um profissional, afinal, não espere encontrar um consultor 24h num site disposto a fazer o seu planejamento estratégico ou plano de marketing de graça. Porém, você pode pesquisar casos de sucesso e participar de fóruns para tirar dúvidas e procurar pelas ferramentas web certas que possam contribuir para alguma etapa do seu trabalho e alguma função da sua empresa. Boa sorte!

About The Author

Graduando em Relações Públicas pela UFRGS, trabalhou por dois anos na assessoria de comunicação da CAIXARS, com foco em relacionamento com a imprensa e comunicação interna. Hoje atua como produtor de conteúdo da EZUK Mkt Internet (Porto Alegre) e desenvolve trabalhos externos na área de desenvolvimento de conteúdo, estratégias de marketing digital e planejamento de comunicação. Além disso, é editor do blog Tiro-Livre.

2 Responses