Uma coisas mais legais que os sites em geral oferecem hoje é a possibilidade de uso do formato RSS. Conheço muita gente importante (bloggers, jornalistas, analistas e outros profissionais) que não tem idéia do que se trata nem os benefícios do seu uso. Dependendo do nicho de um site, é provável que a maioria dos seus leitores também não saibam nem do que se trata.

Vamos lá, o que é RSS?

Antes de falar sobre RSS, temos que entender primeiro o que é XML. XML é uma linguagem interpretada (não compilada em arquivos executáveis) criada para armazenar conteúdos diversos. Sua principal vantagem é não estar vinculada à nenhuma outra linguagem (java, php, asp, C, etc) ou plataforma (windows, mac, linux, unix, etc).

RSS (Really Simple Sindication) é um formato com uma estrutura específica dentro da na linguagem XML. A idéia é disponibilizar o conteúdo de um site de forma a possibilitar que leitores possam visualizar o conteúdo do site em aplicações específicas, chamadas de agregadores ou leitores rss.

“O que são esses leitores? Ainda não entendi…”

Os leitores RSS ou agregadores são aplicações que permitem que você cadastre os seus sites favoritos de forma a centralizar a leitura de todos eles em apenas um local. A sua utilização evita que você tenha que entrar em site por site para ler as novas notícias.

Depois que você cadastra o endereço dos RSS Feeds que você desejar, o agregador vai nos endereços cadastrados e busca o conteúdo de forma automática. A única coisa que você tem que fazer é abrir a aplicação e visualziar o conteúdo.

Feed: O termo feed vem do verbo em inglês “alimentar”. É o endereço do arquivo RSS que contém o conteúdo (comparando toscamente, o alimento) que o site publicou e o seu leitor irá buscar.

Leitores integrados aos navegadores

Hoje, o Internet Explorer 7 e o Firefox 2 já entenderam a importância do RSS e como ele está mudando o futuro da internet. Ambos têm um leitor embutido e facilitam a vida de quem está começando. O único problema dos leitores nos browsers é que ainda é difícil manter a organização neles.

Softwares…

Se você não é adepto do uso de ferramentas online, existem milhares de ferramentas para o seu desktop. A única ferramenta que eu pude testar foi o RSSOwl que, apesar de muito boa, não me segurou perante as seduções das aplicações web.

Leitores online

Existem várias opções de leitores/agregadores online. De longe, a melhor e mais usada delas é o Google Reader. É muito fácil adicionar novos feeds, organiza-los, visualizar conteúdos antigos, etc. Até algum tempo atrás, era o único agregador que gravava o conteúdo, permitindo que você visualize qualquer notícia que você já tenha visto antes. Outra vantagem é que, tal como o GMail, o Google Reader também possui um notificador que você pode instalar no seu computador. Ele lhe informa sempre que houverem novos conteúdos não lidos. De todas as opções, essa é a que eu recomendo.

Google Reader

Se você ainda não usa RSS, começe logo. RSS é o futuro!

Fonte: John Chow dot Com

About The Author

Empresário (Diretor de Operações da Data Power Team) e consultor de tecnologia da informação e comunicação digital, é o fundador e editor do blog Produzindo.net. Se dedica a essa atividade pela paixão que tem pelo lema que tomou para a sua vida: “aprender para ensinar”.

Related Posts

11 Responses

  1. Daniel Docki

    Conheço essa função a pouco tempo, e hoje uso ela somente no firefox, com o plugin da google o Browser Sync, dai tenho em casa e no trabalho os meus favoritos e minhas rss

  2. Matheus Veríssimo

    Eu sou adepto aos Feeds há tempos. Porém esse modelo de leitores on-line não me agrada. Acho ruim o fato de ver a página como ela é colocada em leitores como Google Reader. Por conta disso, uso o Feed Reader, instalável, e com visualização externa. Ou seja, quando clico no feed, ele é aberto no browser extrerno (Firefox no meu caso), assim posso ver a página como ela realmente é, com o layout do site e afins.

    Abraço!

  3. Rodrigo Leal

    O RSS é uma função que deve ser explicada aos leitores porque várias pessoas não fazem a menor idéia da sua utilidade. Posts assim são essenciais para um melhor aproveitamento do blog. Eu, depois que descobri os feeds os utilizo sempre, é essencial pra mim. Só uso no firefox, pois é muito mais prático, mas já usei o Feed Burner, que também é ótimo.

  4. Bernardo Pina

    Matheus, o Google Reader também tem a opção de clicar na notícia e visualiza-la na página de origem. Basta clicar no título da notícia que você vai direto pra lá! ;)

    Rodrigo, valeu o apoio! Divulgue o post para amigos que não souberem do que se trata… precisamos difundir o uso do RSS para termos um melhor aproveitamento do mesmo. =D

  5. Otávio

    Uso Feeds desde 2000. Na época eu tinha que criar scripts para parsear as páginas que acompanhava. Depois, em 2001 e 2002, eu tinha que parsear os blogs dos amigos.

    Hoje praticamente todos os servicos possuem, mas ainda estamos longe.

    Eu, por exemplo, tenho parsers para os cinemas que frequento. Não tenho paciência para ficar procurando os novos filmes que estrearam na cidade. Mais fácil eles virem até mim ;-)

    Abraços

  6. Matheus Veríssimo

    Ok, Bernardo, você me convenceu. Passei a utilizar o Google Reader como leitor padrão e realmente a coisa tornou-se mais prática.

    Abraços!

  7. Felipe Veiga "Dent VII"

    O Bernardo tem razão. Usar aplicações externas para ler algo que é online por natureza não faz sentido.

    Eu procurei algum programa que fizesse o download dos feeds para ler em computadores sem internet mas nao tive sucesso. Por isso que só uso o Google Reader, mesmo com O FeedDemon sendo excepcional em tudo: velocidade, imagem, formato.

  8. Bernardo Pina

    Otávio, felizmente hoje temos ferramentas muito boas que facilitam nossa vida né? Fico feliz de ver que tem gente que tem visão do futuro desde cedo! =)

    Matheus, o Google Reader é, pra mim, o melhor agregador do mercado. Qualquer dúvida, estamos aí!

  9. Matheus Veríssimo

    Depois de alguns dias de uso não me restam mais dúvidas de que o Google Reader é o melhor agregador.

    Só acho que se pudesse personalizar a página seria algo magnífico.

  10. Bernardo Pina

    É verdade… Falta um pouco de personalização no Google Reader, mas existe a página pessoal do Google. Lá você pode personalizar a sua página colocando os seus feeds. =)